loader
Neil Longuet-Higgins - Sales Director da LED Media Group - Connecting Stories PARTTEAM & OEMKIOSKS

Neil Longuet-Higgins

Sales Director da LED Media Group

Corria o ano de 1992 quando Neil Longuet-Higgins, administrador de uma empresa de videowalls, a Proquip Gearhouse, criou o termo "Sinalética Digital".

Autor e audiófilo – para além de ter sido fotógrafo de rock nos anos 70, operador de câmara e apresentador de televisão nos anos 80 –, Neil Longuet-Higgins é, actualmente, o director da LED Media Group, no Reino Unido.

Apaixonado por tecnologias, Neil Longuet-Higgins é o convidado da série Connecting Stories da PARTTEAM & OEMKIOSKS, que nos vai falar sobre o seu percurso e sobre o surgimento e desenvolvimento do conceito de "Sinalética Digital".

1. Pode falar-nos um pouco da sua jornada e da sua experiência profissional? Como surgiu o interesse pela indústria tecnológica?

Comecei como fotógrafo profissional, principalmente a fotografar bandas e concertos pop, etc. Um dia, alguém me perguntou se eu conhecia alguém que fizesse vídeos pop e eu mudei-me para a televisão e para o cinema. Em poucos anos, tinha trabalhado para a BBC e outros canais principais e até tive algum tempo para apresentar um programa de televisão pop em Londres. No início dos anos 90, comecei a introduzir a utilização de videowalls, tanto CRT como cubos de retroprojecção, na indústria televisiva e no cinema. Nesses primeiros tempos, trabalhei em centenas de programas de TV e até mesmo em alguns filmes do James Bond.

Com interesse em ecrãs maiores, encabecei as vendas numa empresa britânica de ecrãs e fui responsável por cerca de 70% dos outdoors LED do Reino Unido. Agora sou responsável pelas vendas de tecnologia nova e existente para o maior designer e fabricante de ecrãs LED do Reino Unido, The LED Studio. Com o lançamento da série da Disney The Mandalorian, estamos rapidamente a desenvolver tecnologia de ecrã para o ambiente de estúdio, bem como para o cinema digital de visualização directa.

Neil Longuet-Higgins - Sales Director da LED Media Group - Connecting Stories PARTTEAM & OEMKIOSKS

2. Quando ainda trabalhava na Proquip Gearhouse, criou o conceito de "Sinalética Digital". Como surgiu este termo?

Nos anos 90, coloquei a primeira rede de ecrãs publicitários em cerca de 30 grandes centros comerciais, utilizando videowalls com monitores da Barco e leitores de laserdisc (LD). Isto é considerado agora como mainstream, mas nessa altura era inovador. A utilização de ecrãs para a indústria publicitária era recente e não havia um nome concreto para a mesma. Um dia, um segurança de um centro comercial ligou a dizer que havia um problema com um ecrã.

Ele não conhecia o termo videowall, pelo que disse que um 'sinal digital' não estava a funcionar. Pensei que Sinalética Digital se adequava bem ao produto e passamo-nos a referir ao mesmo como tal. O resto é história.

Com toda a informação dirigida ao público, uma coisa não mudou: o conteúdo continua a ser rei.

3. Qual é a importância da Sinalética Digital na actualidade e como podem as empresas beneficiar da mesma?

A Sinalética Digital está a tornar-se cada vez mais importante. No contexto actual, tanto as mensagens directas como as subliminares pretendem chamar a atenção do consumidor em cada vez mais áreas. Mas com toda a informação dirigida ao público, uma coisa não mudou: o conteúdo continua a ser rei. As empresas que mais beneficiam são as que têm visão e as melhores equipas criativas. É evidente que o ecrã através do qual o conteúdo é veiculado tem de estar a funcionar e com boa qualidade, mas o que um membro do público se lembra é da mensagem e não dos detalhes do ecrã.

Neil Longuet-Higgins - Sales Director da LED Media Group - Connecting Stories PARTTEAM & OEMKIOSKS

Como indústria, devemo-nos orgulhar dos quiosques, totems e ecrãs que fornecemos, mas temos de nos lembrar sempre que o que conta é o que é neles exibido. Cabe à nossa indústria promover o envolvimento com os nossos clientes e assegurar que oferecemos um serviço de excelência desde o conteúdo até à conclusão, quer internamente, quer através de parcerias com outros especialistas da indústria.

4. Como tem sido a evolução da indústria de Sinalética Digital ao longo dos anos? É importante para o futuro?

Desde o primeiro sinal de néon na década de 1920, a sinalização progrediu a um ritmo incrível: acelerando até um sprint na última década. Com ainda mais empresas a acrescentarem perícia em Sinalética Digital à sua carteira de actividades (seja software ou hardware), esta só pode crescer. Desde um enfoque estreito nos primeiros tempos até às muitas inovações especializadas ainda em curso, a indústria diversificou-se para um amplo espectro de tecnologia e serviços.

Como especialista em LED, o que mais me entusiasma é ver como um desafio pode influenciar outro. Por exemplo, um inquérito para um pequeno ecrã, para utilização em África (alimentado por uma bateria solar), não só nos levou ao desenvolvimento de um ecrã de seis folhas de LED de paragem de autocarro alimentado por energia solar, como também trouxe um foco mais verde ao consumo de energia em geral. Quem sabe o que o futuro nos trará?

5. Quais são as vantagens da Sinalética Digital?

Uma imagem digital na sua forma mais básica pode informar ou entreter. Com a verdadeira sinalização digital, pode controlar muitos parâmetros da imagem: o seu conteúdo ou o ambiente à sua volta. Hoje em dia, são utilizadas métricas sofisticadas para aproveitar dados em directo para apresentar ao espectador: a capacidade de essa pessoa interagir directamente ou virtualmente trouxe a capacidade de entrega de informação à distância a partir do próprio ecrã.

Neil Longuet-Higgins - Sales Director da LED Media Group - Connecting Stories PARTTEAM & OEMKIOSKS

Os smartphones que utilizam QR codes ou bluetooth para passar dados para trás e para a frente são a norma hoje em dia, por isso, à medida que esta tecnologia se torna mais amplamente utilizada, os nossos próprios dispositivos começaram a tornar-se Sinalética Digital personalizada. Posso ter estado presente no início desta indústria, mas não acredito que estarei por perto no final.

6. Quais são os principais desafios desta indústria?

Um dos principais desafios tem sido o número de pequenas empresas de AV que se designam a si próprias como especialistas em Sinalética Digital. Como este tipo de sinalização se tornou a norma, tem existido uma inundação de ecrãs abaixo das normas, especialmente no sector dos LED. Não há muito tempo, havia apenas meia dúzia de fabricantes de ecrãs na China, mas agora há milhares e a qualidade diminuiu em muitas fábricas.

Neil Longuet-Higgins - Sales Director da LED Media Group - Connecting Stories PARTTEAM & OEMKIOSKS

Vejo muitos ecrãs LCD e LED que não se adequam à finalidade: alguns deles têm uma vida útil muito curta e outros têm mesmo de ser removidos à medida que caem em desrespeito pelos regulamentos do conselho local ou do governo. Há milhões de placas e painéis de papel no mundo e o meu sonho é que, um dia, todos eles sejam substituídos pelo digital: só espero que a própria indústria os fiscalize e que todos eles sejam de qualidade aceitável.

A PARTTEAM & OEMKIOSKS é única no que faz, não apenas a construir quiosques e mupis digitais. É apaixonada por todos os seus produtos e esforça-se constantemente por estar no topo do seu jogo.

7. Sendo a PARTTEAM & OEMKIOSKS uma empresa que fornece soluções tecnológicas que se adaptam às diferentes necessidades existentes no mercado da Sinalética Digital, qual é a sua opinião relativamente à PARTTEAM & OEMKIOSKS e aos seus produtos?

A PARTTEAM & OEMKIOSKS é única no que faz, não apenas a construir quiosques e mupis digitais. É apaixonada por todos os seus produtos e esforça-se constantemente por estar no topo do seu jogo. Descobri que é sempre melhor oferecer aos meus clientes um produto de qualidade da PARTTEAM & OEMKIOSKS do que uma alternativa barata. É refrescante ver uma empresa com uma filosofia semelhante à da The LED Studio – que olha para o futuro e já está a desenvolver a tecnologia para o entregar.

Connecting Stories é um novo espaço editorial conduzido pela PARTTEAM & OEMKIOSKS que consiste na realização de entrevistas exclusivas, direccionadas a personalidades influentes, que actuam em diferentes sectores de actividade.

O projecto, idealizado pela PARTTEAM & OEMKIOSKS, contempla a publicação de histórias de sucesso, por meio de pequenas entrevistas a influenciadores que queiram compartilhar detalhes sobre os seus projectos, opiniões, planos para o futuro, entre outros assuntos.

A ideia é conectar histórias, partilhar conhecimento, desenvolver networking e gerar conteúdos que possam fornecer novas visões, oportunidades e ideias.

Sobre a PARTTEAM & OEMKIOSKS

Fundada em 2000, a PARTTEAM & OEMKIOSKS é uma empresa portuguesa de TI mundialmente reconhecida, fabricante de quiosques multimédia de interior e exterior, equipamentos self-service, mupis digitais, mesas interactivas e outras soluções digitais, para todos os tipos de sectores e indústrias. Para saber mais acerca da nossa história, clique aqui.

Últimas Entrevistas

Para Trás
Hotjar Tracking Code for www.partteams.com